Não rasurem livros

Incrível como certas pessoas se tomam pelo sentimento de POSSE de uma forma que chega a ser egoísta. Elas rasuram, rasgam, queimam ou usam livros como apoio de porta simplesmente porque ‘elas compraram’. Vejamos que limite se chega o sentimento de posse de alguns!

Há pessoas no mundo inteiro precisando de livros, querendo ler, aprender, algumas aqui no nosso próprio país são ávidas leitoras mas não têm dinheiro para comprar… temos que pensar nisso.

Não é porque você paga pelo livro que ele é seu, você paga pelo conhecimento, livro é um patrimônio da humanidade, é por isso que desde tenra idade nos recomendam não rasurar ou marcar os livros.

É o ‘espírito’ de conhecer e compartilhar que se recomenda isso, por isso não devemos pensar como nossa propriedade, mas como um patrimônio que temos por enquanto e que, no futuro, com nossa morte ou nossa bondade vamos compartilhar com outras pessoas!

E a Bíblia, meu Deus, é um livro sagrado! Mesma coisa com o Tao Te Ching, com o Corão / Talmud / Torá, livros doutrinários da Kaballah, Bagavadguitá… o respeito ao poder espiritual e vital que estes livros contêm não pode permitir rasuras, riscos ou falta de cuidado com suas obras, são patrimônios da Humanidade.

A bíblia um dia desses chegou na China e olhem a emoção das pessoas:

Para os ateus, isso significa alienação, para outras, benção. De qualquer forma, respeitemos o anseio de outros seres humanos.

Enfim, não é só minha opinião, eu acredito e vivo este respeito para com o Sagrado, seja o que EU considero Sagrado, seja as outras pessoas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s