Às vezes, o remédio é duro, mas necessário ao doente

Quando acontecer uma grande calamidade na sua vida, se pergunte se a mesma não era necessária para ti.

A própria vida trata de nos frear nas atitudes e só não aprende quem não quer. Muitas das nossas ações ferem o princípio da existência e, a partir disto, nos gera ondulações que nos retornam de diversas formas. É importante termos a sensibilidade para aceitar tais acontecimentos como fatos (ao invés de criar birra) e tentarmos entender qual a mensagem que querem nos passar.

E quando a dose lhe parecer letal, lembre-se que, do remédio ao veneno, a diferença é a dose. Será que, sem perceber, pelo desespero que afastar o remédio por medo do sofrimento, não estás entornando ainda mais dentro de ti?

De tudo pode acontecer, se o espírito não se quebra por tais vendavais, paz interior se aloja no indivíduo. Resta saber ver o mundo com os olhos de uma criança.

Anúncios

4 pensamentos sobre “Às vezes, o remédio é duro, mas necessário ao doente

  1. Eu costumava ter a estranha mania de achar, por mera questão pessoal, que textos longos eram mais reflexivos.

    Mero engano. E esse seu texto veio para exemplificar ainda mais isso.

    Não muito raro me pegava pensando sobre o que você abordou no seu post e sei que
    não fui, não sou e nem serei a única pessoa no mundo a fazer isso.

    Concordo contigo quanto a necessidade do remédio amargo em algumas situações.

    Se me permite, gostaria de trazer um ponto a mais para a discussão.
    Sei que talvez não tenha sido sua intenção abordar isso e se esse foi o caso, peço desculpas.

    Certa vez, alguém que me ensina muito sobre a vida me disse “As vezes, coisas ruins acontecem com pessoas boas.”

    Por que estou dizendo isso?

    Porque assim como você disse que é importante aceitar tais acontecimento como reações de nossas ações, a mesma sensibilidade se faz necessária quando algo acontece “sem que haja merecimento”.

    E me arrisco a dizer que é preciso muito mais sensibilidade do que nos casos em que “merecemos”.

    Não só sensibilidade como também sabedoria, serenidade, amadurecimento e uma série de outras coisas que poderiam ser citadas aqui.

    Acho que no final tudo é questão de perspectiva.
    Não podemos evitar que coisas ruins aconteçam, merecendo ou não.

    Mas podemos escolher como agir diante delas.

    Aprendizado é a melhor coisa que a vida pode nos proporcionar.

    Parabéns pelo texto.
    Obrigada pela reflexão.

    • É um deleite ler comentários de tal profundidade. É por isso que continuar com o blog é uma coisa que tento fazer, vejo que traz um pouco de pensamento às pessoas. Como Sartre dizia, o importante é o que fazemos com o que fizeram conosco.

      • Você é sempre tão receptivo aos comentários feitos aqui no seu blog que tomei a liberdade novamente.

        Dessa vez, um pedido.

        Faça mais posts falando sobre música. Pode ser qualquer coisa, apenas fale, aborde o tema.

        E aqui vai uma outra sugestão.
        (A última, prometo! Não quero parecer abusada rs)

        Raça Negra
        Reginaldo Rossi
        Zé Ramalho
        Fagner
        Belchior
        Tim Maia
        Leandro e Leonardo
        Djavan
        Nelson Gonçalves
        Wilson Simonal
        Emilio Santiago

        Ok, foram muitas sugestões rs.
        Mas eu realmente acho que você deveria pensar com carinho nas possibilidades.

        ps. Se quiser surpreender muito, aposte em algo clássico, mas impensável…
        Quem sabe… Circle Of Life? rs

        Seria épico… Posso até imaginar.

        Fica com Deus.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s